Fake News em Goiás

Fake News em Goiás

Você já deve ter ouvido falar sobre a famosa fake news não é mesmo? 

 Fake news nada mais é do que notícias falsas,  que costumam ser lançadas nas redes sociais, essa divulgação  vem se tornando cada vez mais comum e perigosa, inúmeros  casos de fake news são espalhados em diversas redes sociais todos os dias e isso pode acarretar sérios prejuizos  morais e financeiros para  as pessoas.

Em Abril deste ano, a Dercc (delegacia estadual de repressão a crimes cibernéticos) colocou em prática a primeira fase  da operação "elite fake". Na época cinco suspeitos foram identificados e ao longo da investigação foram mencionados mais envolvidos. Eles atuavam na produção de notícias falsas, em  extorsões e também cedendo contas bancárias.

Após a primeira fase e exclusão dos perfis a  polícia constatou que os investigados criaram novas contas e voltaram as práticas de crime.

 Sobretudo nesta Sexta feira (8) foram presos um homem de 31 anos e uma mulher de 43, com oito mandados de busca e apreensão, durante a operação "elite fake"  que está investigando um grupo suspeito de administrar 45 perfis de redes sociais . 

De acordo com o Dercc esse grupo tem a prática de disseminação de notícias falsas,extorsão de vítimas, ataques a digitais influencers,médicos,artistas, organizadores de eventos, etc.

Os investigados lucravam financeiramente. A investigação apontou que eles entravam em contato com as vítimas exigindo pagamentos para evitar a realização das publicações caluniosas e difamatórias ou para excluir as que já haviam sido postadas. 

As prisões aconteceram em Goiânia e Aparecida de Goiânia 

Já as ordens judiciais de busca e apreensão foram executadas na capital, em Aparecida e em inhumas 

Os investigados devem responder pelos crimes de calúnia, difamação, associação criminosa, extorsão,comunicação  falsa de crime, e falsidade ideológica. Após a análise dos dados coletados nesta sexta feira (8), outros crimes podem ser investigados.